Vantagens da irrigação na produção de banana

A irrigação quando associada à utilização de outras práticas culturais também importantes, possibilita o aumento de produtividade e da qualidade dos produtos, gerando maior renda para o agricultor.

Você pode encontrar mais informações em nosso artigo “Irrigação Conectada“.

VANTAGENS

armazenamento de agua.png
  • Potencializa o armazenamento da água do solo, reduzindo custos de água, energia e mão de obra com irrigações;
lixiviacao de nutrientes_2.png
  • Diminui perdas de nutrientes por escoamento superficial ou por lixiviação no perfil do solo;
Bananeira produzindo.png
  • Aumento da produtividade em até 40% e a qualidade de frutos, com maior retorno econômico ao produtor;
drenagem solo.png
  • Diminui problemas de encharcamento e reduz a necessidade de drenagem no solo;
nutrientes por escoamento.png
  • Atua no controle da salinidade das raízes por meio de lixiviação planejada e controlada de sais.

Necessidade hídrica

    A água é um dos fatores mais limitantes à produção da bananeira. O cultivo possui uma alta exigência hídrica, sendo necessária uma precipitação média anual de 2.000 a 2.500 mm, uniformemente distribuída durante o ano. Para o crescimento satisfatório da cultura, são necessários aproximadamente 100 a 180 mm/mês (25 mm/semana) de precipitação.

Déficit hídrico

    A bananeira necessita de um fornecimento contínuo de água, visto que déficits hídricos afetam no crescimento e na produção. A quantidade de água necessária varia com a fase fenológica da cultura, com as variáveis físicas da planta e com as condições meteorológicas do ambiente. Assim, é necessário o acompanhamento de um profissional para determinar o momento e a quantidade certa de água para a bananeira.

    A cultura necessita de um fornecimento de água e nutrientes adequados na fase vegetativa (0 a 7 meses).

A deficiência hídrica nesta fase atua na taxa de desenvolvimento das folhas, no ritmo de emissão foliar, na época da iniciação floral, no número de flores femininas na inflorescência e, consequentemente, no número de pencas e na produção de cachos. Na floração, o déficit hídrico restringe o crescimento das folhas e o número de frutos. Na fase de enchimento, afeta o tamanho e a qualidade dos frutos. A área foliar reduzida afeta a taxa de enchimento e provoca maturação prematura de frutos.
 

Métodos de irrigação

    Para obter boa produtividade é necessário uma escolha adequada e criteriosa do método e do sistema de irrigação da cultura. A escolha dependerá das condições locais de cultivo (ex. tipo do solo e relevo), condições climáticas, custo da implantação, manutenção e operação da irrigação, quantidade e qualidade da água aplicada e mão de obra disponível, dentre outros fatores. De modo geral, é necessário dar preferência àqueles métodos que promovam distribuição uniforme de água no solo e maior eficiência de aplicação e de uso da água.
A irrigação pode ser realizada mediante a utilização dos métodos de superfície, aspersão e localizada:

  • Método da irrigação por superfície

Tem como característica a distribuição de água na superfície do solo, utilizando a gravidade. Para isso, a água é conduzida por canais ou tubos até a parte mais alta da área de cultivo e, então, distribuída por escoamento diretamente sobre o solo. Exemplos de irrigação por superfície: bacias em nível, irrigação por sulcos, irrigação por faixas.

  • Método da aspersão

Esse método resulta numa área molhada de 100%, o que beneficia o desenvolvimento do sistema radicular das plantas. Os principais fatores que afetam a irrigação por aspersão são o vento, a umidade relativa e a temperatura do ar.

  • Irrigação localizada

Esse método tem como característica a aplicação de água em apenas uma fração da área cultivada e pela alta frequência de aplicação. A área molhada, consiste no molhamento de um determinado volume de solo do qual as raízes retiram a água e os nutrientes que são necessários.

Os métodos de irrigação localizada mais utilizados são por microaspersão e gotejamento. O sistema de microaspersão gera maior área molhada, permitindo assim maior desenvolvimento das raízes, aplicando-se bem a solos com maior capacidade de infiltração. No uso do gotejamento deve- se observar o número e disposição dos gotejadores de forma a se estabelecer uma área molhada favorável ao desenvolvimento das raízes.

Eficiência dos métodos de irrigação

  • A irrigação convencional apresenta uma eficiência entre 70% e 90% quando comparadas por sulcos.
  • Irrigação localizada apresenta maior eficiência, entre 85% e 95% quando comparado com todos os demais métodos.
  • O manejo deve ser ajustado conforme o clima, solo e idade da planta, para cada caso.

Manejo da irrigação

    O manejo técnico da água (quando e quanto irrigar) deve ser feito com uso de equipamentos capazes de medir a umidade ou tensões do solo, controlando entre 10 e 20 kPa com uso de gotejamento para solos de texturas médias. Vendo esta necessidade a Bristom desenvolveu um sistema de gestão inteligente da irrigação.

Gestão do consumo

    Atualmente, é crescente a preocupação com uso da água, segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura, 70% dos recursos hídricos são utilizados pela agricultura, onde 30% disso é desperdiçada com excesso de irrigação.

Economia sem impacto na produção da banana

    No caso do manejo da irrigação por meio de sensores de água no solo, como os sensores Bristom, deve-se configurar os níveis de tensão de água no solo entre 25 kPa e 45 kPa, para camadas superficiais do solo (até 0,25 m), e entre 35 kPa até 50 kPa, para a profundidade próxima de 0,40 m.

Artigos relacionados

Irrigação conectada

Irrigação conectada


Acompanhar como está o clima da propriedade ou a umidade do solo frequentemente é feito percorrendo toda a propriedade e avaliando no olhometro como está e pagam o preço alto com o custo de irrigação no final do mês.

Leia Mais


 Sexta-feira, 15 de novembro de 2019

3 comentários em “Vantagens da irrigação na produção de banana”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *